Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ninguem como tu, por HF

bla..bla...e mais alguns...blas

ninguem como tu, por HF

bla..bla...e mais alguns...blas

não é facil andar...

..nesta roda gigante que são as corridas.Mas hoje não vou falar do esforço, ou mesmo do tempo que realizei.Vou antes contar como pode ser divertido umas horas na meia-maratona de Lisboa.

Começo o dia cedo, 7:30  equipamento pronto, escolhido a dedo calções pretos, meias compridas ténis a condizer com a t-shirt.Saio de casa já com o pequeno-almoço tomado, gel de energia no bolço, importante tomar quando dobrar os 14k.Café, indispensável no meu dia-a-dia nem mesmo neste dia falho.Apanho o comboio ás 8:31, cheio de gente.Na estação do Pragal a multidão concentra-se encontro o B. e o M.abraços sentidos de dois grandes amigos e a sensação feliz que tenho ao revê-los.No caminho para o tabuleiro da ponte as várias línguas já se confundem espanhol, alemão, holandês.10:00 tempo para treinar o meu inglês com uma austríaca, por sinal bem gira.10:30 lá vou eu.Em Alcântara é onde se aglomera mais gente, sempre a apoiar é o meu sitio de passagem preferido.24 de Junho torna-se bem,bem longa, viragem no Cais Sodré e andamento para os 10k, nesta altura percebi que o powerade arde nos olhos.Aos 14k pego na garrafa de água e tiro o gel de energia  do bolço directamente para o chão, droga la se vai o suplemento.17k altura de viragem e focar na meta, homem no chão a ser assistido e mulher a passar por mim como se eu estivesse parado.20k meta á vista outra mulher a passar por mim..dassee.Virar á direita e recta da meta para mais um final feliz.

(Aos meus amores um sentido obrigado por o apoio)         

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.